13 de jun de 2010

Um Problema Terrível!!!

Amigos e amigas, desta vez falarei de uma situação que, se não acaba com vários namoros, com certeza deixa muita gente de cabeça quente. Uma coisa super desgastante.

Sabem quando duas pessoas se amam e tal, no começo são as mil maravilhas, depois o amor vai evoluindo e muitas vezes acabamos por dividir a nossa vida de maneira completa com o par. Como? Vamos morar juntos, nada mais natural... mas há um porém (na verdade vários, só q
ue esses são assuntos para outros posts aqui no nosso Sac do Amor, futuramente se Deus quiser). É o banheiro - a casa de banho como se diz em Portugal. Banheiro é uma palavrinha pequena, mas com um significado pra lá de extenso, a depender do caso.


N
ossos
amores podem ser fofinhos, lindinhos e impossíveis de viver sem eles, mas quem é que gosta de dividir tudo? Não tem coisa pior do que acordar de manhã e encontrar o vaso sanitário sem ter sido dada a descarga. "Ah, eu não queria te acordar, querida!" pode ser uma das desculpas, ou então ele com a maior cara de don't worry simplesmente diz "Esqueci". Pior é quando ele urina fora do vaso, não dá vontade de arrancar todos os cabelos da cabeça e depois se afogar ali mesmo na privada? Pois é, e cabelos é outro motivo constante de discussões. Ele sempre lembra a ela, antes dela ir tomar aquele banho: "Ei, olha lá pra não deixar a pia (lavatório) cheia de cabelos de novo", "depois limpa tudo direitinho, ok?" E lá vai ela, toda cansada depois de um dia inteirinho de trabalho, com metade do prazer do banho já perdida, apesar de engolir em seco e fingir que não é com ela. Tem a toalha húmida que é pendurada no cabide a semana toda sem ser lavada - "Ah, não está tão fedida assim, por favor..." Tem o cachorro que bebe água do vaso e sai respingando pela casa toda - quem é que vai secar o piso? Tem o gato que usa o vaso sanitário tal fosse gente - que surpresinha desagradável! (e não vale atirar o pau ao gato, não) Tem a calcinha ou a cueca lavada na hora da duche - ninguém merece topar com uma na janela! Tem até escova de dentes que é trocada - acreditem, já ouvi casos! E teria mil outras histórias parecidas para contar, não duvidem.

Outra coisa, esqueçam aquela de que a discussão da relação é o pior inimigo da vida a dois, porque ficar até altas horas da madrugada acordado a discutir os problemas conjugais é para poucos dias do ano. Agora, quase toda semana tem aquela briguinha motivada pelo que aconteceu antes ou durante o banho, ou o cocó, ou a escovação dos dentes etc, etc, etc... e isso deixa as pessoas super estressadas! Bate boca interminável e infrutífero. Nessa questão, sou totalmente a favor de se fazer o que o outro sugere imediatamente, para não afundar o barco todo só por causa de "merda", perdoem a expressão. Tem homens, por exemplo, que ficam anos e anos a ouvir toda vez a mesma coisa, "faz xixi sentado, Carlos, já que tu não tens boa mira", e só de orgulho não muda a posição, o que realmente não leva a lugar algum. Vocês não concordam comigo? Quero saber a opinião de todos. E não venham dizer que o assunto não é importante. No amor, banheiro é de importância suprema!

Já conheci inclusive quem dissesse que o segredo de um casamento ou namoro duradouro é o casal ter dois banheiros em casa, um para cada cônjuge ou namorado. Então p'ra hoje fica a dica: cada um com dois banheiros em casa e estamos muito bem!

7 comentários:

Debor@h disse...

Monsieur arrasou! hahah

Não, esse video no final do post me matou agora hahah, é nojento mas engraçado hahah putz!

É verdade que esses pequenos problemas podem levar relacionamentos por água à baixo haha, por isso a privacidade nessas horas é importante e nem tudo tem que ser dividido. Respeitar o espaço do outro é fundamental. Neshika gdola!

Sac do Amor disse...

Neshika, Dvorá sheli!
Adoro quando vens me ler! Que bom que gostaste, pensei que iam me xingar, hahaha.

Temperamento Inquieto disse...

hehheh... ótimo post.
É aquela coisa... excesso de intimidade. Atrapalha um bocado.
Acho que para garantir, melhr ter não apenas dois banheiros, mas dois quartos. Tudo bem, tem gente que adora dormir de conchinha e tals, mas é bom ter um quarto reserva para onde fugir num dia em que um dos dois (ou ambos) bebeu demais, e vai roncar horrores, ou comeu feijoadas demais e vai rolar uma sinfonia mal-cheirosa.. rsss

Morar junto não é mole não.

E aproveitando que já estou aqui... qual a origem desse seu nome, monsieur? Parece catalão...

Beijos,
Deb.

Sac do Amor disse...

puxa vc foi direto ao ponto e ao meu dilema. fiz o meu banheiro todo em vidro, sem paredes, deixando toda visão pra qm esta no quarto e hj me arrependo muito. não q nao me goste ou vergonha, nada disso. mas hj penso diferente acho q certas intimidades ou necessidades devemos fazer com as portas trancadas e não expor isso para o parceiro e tb nao quero ver certas coisas. isso mina a paixão com certeza. pode ate parecer de inicio bonita a intimidade parecer tão grande que só pode aumentar o amor ne? mas pra mim funciona com efeito contrario.
agora vou pensar em como mudar esse banheiro incomodo...kkkkkk

beijinhos, Madame Infinity

Hakime Goul Djounoubi disse...

Temperamento Inquieto:
Sim, concordo contigo, realmente é bom preservar a intimidade, mas a ideia de quartos separados já acho um certo extremismo. Eu, que sou super sentimental e amo dormir de conchinha (cadeirinha), não consigo me imaginar a casar e depois de ir morar junto ter um quarto separado. Mas entendo o teu raciocínio e concordo totalmente.
Quanto ao nome, passou longe de ser catalão, hahaha, é esloveno. Depois te visito e explico-te melhor.

Madame Infinity:
Alguma coisa me dizia que eu não estava a falar "bosta" não, e sim algo sério, háhá. Olha, já ouvi falar em casa de vidro, mas o banheiro não seria de vidro. Que exagero, amiga. Achei loucura de tua parte, eu não teria coragem de jeito maneira! Corrija logo este detalhe antes que seja tarde demais, hahahahaha.

Abraços a todos, e desculpe se não consigo responder mais rápido, mas faço um esforço.

Carolina disse...

Quanto maior a intimidade maior o respeito a privacidade. benza Deus!

Muito bom o post!

bjos meus

Madame disse...

kkkkkkkkkkk arrazou no post.
Cagar e dexa a porta aberta e fk conversando com o amado é meio fora de cogitação.

Arrazou!

bjaum