22 de jun de 2010

Cíumes, cíumes de Você



Sentir ciúmes é algo que faz parte da vida. Dos amigos, da família e do nosso parceiro.

Quando isso começa a fazer mal a pessoa que esta sentindo ai já é um indício de que você precisa rever seus conceitos.


Convivi com esse sentimento por um bom tempo. Comecei a ter ciúmes de pessoas que não deveria como irmãs, mãe, vós, e com isso meu jeito mudou.

Meu humor mudou completamente, virei um stress em pessoa. Meu parceiro começou a se afastar de mim, pois me tornei uma pessoa insuportável.

Já se sentiu assim? Pois é, ta na hora de mudar!


Se você continuar nessa situação que eu já vivi, vai sentir um sentimento tão ruim que não ira suportar nem estar com seu parceiro no meio das pessoas e isso prejudicará sua relação.

Com ajuda adequada e muita força de vontade comecei a pensar no porque que eu me sentia assim e se isso ia me levar a algum lugar.


Amor de mãe não tem nada a ver com amor de namorado e jamais isso vai mudar, pra que sentir ciúmes de uma pessoa que faz parte da vida do seu amado e que ele jamais deixara de amar?

Controlar os ânimos, encarar as coisas de uma forma mais realista, colocar cada pessoa e coisa no seu devido lugar e a satisfação de ver meu parceiro feliz de ter uma namorada normal de volta fez com que hoje eu pense mil vezes antes de me estourar e ter ciúmes de coisas bobas.


Lutar e se esforçar para que briguinhas bobas aconteçam faz com que a relação seja mais saudável e mais feliz.

Jogue esse ciúme de lado e vai ser feliz!


Pra você que me ama.




Madame Muááá






7 comentários:

Madame disse...

Não é facil lidar com esse mal que é o ciume mas vale a pena tentar e mudar.

bjus

Alyne disse...

Oi Madame...pra algumas pessoas o ciúmes é avassalador, acaba com qquer relação. Penso que muitas vezes é pura insegurança. Já fui assim, hoje...penso muito antes de definir se estou com ciúmes. Vejo se a situação é de fato pra isso, senãorespiro fundo e relevooo.
Boa semana ♥

Boneca de Pano disse...

Eu detesto sentir ciúme...me controlo ao máximo, mais às vezes me permito o descontrole...

Beijos da Boneca!!

Hakime Goul Djounoubi disse...

Eu também já esperimentei ciúme forte, madame Muááá!

Mas, comigo, sempre foi diferente, por alguma razão eu evito deixar notar que tenho ciúme, falo uma ou duas vezes depois me calo. Sei que reprimir tudo é ruim (uma hora estouramos), e sem falar que pelos nossos olhares, e atitudes, transparece o ciúme, o que deixa a relação num clima tenso insuportável.

Ciúmes demais é doença, mas falta de ciúme é como eu sempre digo: falta de amor mesmo. Quem ama quer, e querer também é ter um pouco de ciúme.

Sempre é bom conversar, e se algo em nós diz que estamos errados, teimar em mudar só por orgulhos não é a coisa certa a se fazer.

Parabéns pelo texto, madame.
Até mais.
Monsieur Cvet z Juga.

zerø disse...

Vim agradecer suas palavras em meu blog, adorei o trbalho que você faz no SAC do AMOR.

Beijos

Carolina disse...

Não acredito que o ciúmes surgiu do nada, ele estava ali sempre presente,mas ele é uma força que mal controlada de bichinho passa a monstro.
Todos somos ciumentos por natureza, mas o ciúmes patológico aí já é outra história de final infeliz...
Acho que ninguém perde o ciúmes, mas existe ações alternativas de superação sozinha, ou com ajuda de terapia.

bjos meus

Sac do Amor disse...

Madame, esse sentimento q descreve posso dizer q eh bastante destrutivo tanto para pessoa q sente como para as q estao do lado. tenho uma amiga assim... alias falo muito dela sempre no meu blogue, nao para humilhá-la pq nem cito seu nome, mas para as pessoas se identificarem como com o q vc escreveu. ja tive pessoas assim na minha vida amorosa tbm e no começo digo q eh ate bonitinho o cara ter ciumes de tudo e todos, mas uma hora nao podemos mais respirar.
mas a pessoa ciumenta tem q ter essa percepção e querer mudar, buscar ajuda.

boa sorte pra vc q pelo jeito esta curada!

otimas energias!

Madame Infinity