17 de jun de 2010

Respondendo


Denise F. – Santa Gertrudes. SP
Namoro a 6 anos e fizemos muitos planos de casamento e filhos, queremos 2. Mas de uns tempos pra cá noto uma diferença no tratamento dele comigo. Está distante, sempre cansado, quase nem saímos e sempre me leva embora cedo. Diz que tem que descansar. Amo ele e quero realizar o meu sonho de me casar. Mas quero da forma que era antes, com carinho e sentindo que ele ainda me ama. Como faço pra ele mudar? O que posso fazer para chamar a atenção dele pra mim de novo ?





Madame Infinity:

Olá linda Denise, sabe que sempre falo o que realmente acho, você me deu liberdade para isso e no seu caso, creio que tem “caroço nesse angu.
De inicio eu acredito que 6 anos namorando, a pessoa pra mim, tem que ser masoquista. Porque onde fica a vontade de dormir juntinhos, a saudade, a vontade de ficar junto, cuidar um do outro. Claro que sou a favor do namoro. Mas não acredito que nessa fase vamos conhecer para poder nos casar tranqüilas. Isso não é verdade! Não conhecemos verdadeiramente nem após anos de casamento que dirá num namoro. Então não sou a favor de namoros longos ou de nos privar de morar juntos em nome de “conhecer bem” alguém.
Também noto na sua pergunta um desejo de fazer algo que possa chamar a atenção dele para você. E te falo, não é forçando a barra que ele vai te notar. Quer saber se ele ainda te quer? Não o sufoque com perguntas. Ao invés de questioná-lo marque coisas para as horas que ele te deixar, mas fale para ele. Diga que não está com sono e que vai se encontrar com suas amigas. Alias marque mais coisas com elas. Se ele não se interessar em saber o que está mais interessante que sua cama nesse friozinho, aí tem. Mas pelo menos você estará numa relação onde não é dependente exclusivamente dele. Tenha uma vida social “apesar” do namorado. Isso fará bem para você sem dúvida.
Fico sempre apreensiva quando ouço as mulheres se queixando do namorado, marido, dizendo que queriam que eles voltassem a ser o que eram. Será que não foi você que mudou antes? Pense bem.
As pessoas evoluem, somos movidos por muitas coisas e o PRAZER, faz farte desse rol de combustíveis que nos movimentam.
Um olhar mais atento te fará ver primeiro o que está acontecendo. Se não conseguir sozinha, pergunte a sua mãe o que ela acha, mas deixe claro que não quer conselho, apenas a opinião dela. As vezes, ou melhor, quase sempre quem quer o nosso bem e está de fora da relação vê coisas que não vemos, mas pode falar coisas que não são verdadeiras também, então, só peça opiniões pois quem vai decidir o que fazer com tudo que “descobrir” será você!
Pode ser que o sonho de um casamento, de ter filho hoje, seja só seu, esteja preparada. Mas se for isso, não perca mais tempo com alguém que não esta nem aí para o seu relógio biológico. Pense nisso.
Tenho uma amiguíssima que esperou por 8 anos para ser mãe. Num belo dia o casamento terminou e hoje ela sofre por isso. Não espere mais, tome as rédeas da sua vida, só você tem esse poder.
Não tenha medo.
Vai tomar a melhor atitude.
Acredito em você menina!



Beijos com Carinho da Madame Infinity





4 comentários:

Hakime Goul Djounoubi disse...

Aqui é o Monsieur Cvet z Juga.

Denise é um nome lindíssimo, vejo Denise um dos nomes mais bonitos, junto com Sarah e Suzanna, e se eu tivesse uma filha, ia ter um desses três nomes.

Olha, Madame Infinity, eu acho que fizeste bem em responder o que pensas acerca do caso da nossa amiga, e espero que ela investigue para saber se é ou não é mesmo assim.

Mas, quero dizer que seja isso ou aquilo. Na minha opinião, ter calma é fundamental. Pode ser fase sim, e pode não ser. Mas, é bom que ela descubra logo se é ou não, porque concordo que seis anos é muito tempo de namoro. É uma vida. É como estar amigado.

Um abraço, Denise, se estiveres a ler isto desejo que tenhas muita paciência com a vida, viu menina. Porque nem tudo é sempre como queremos, mas quem disse que as coisas não podem melhorar? O tempo vai mostrar o que é, e é bom encarar o tempo sempre de cabeça erguida.

Au Revoir.

Alyne disse...

Acho bacana sua colocação a respeito de sair com amigas, começar a se perceber melhor. Isso pode ajudar em todos os sentidos, inclusive a ele perceber melhor a Denise.
Manter a liberdade mesmo estando namorando, casada...é essencial para unir a relação.

Sac do Amor disse...

Madame lindona,

A decisão será somente da nossa amiga Denise e eu espero que ela saiba o que fazer quando o momento certo chegar, ela vai sentir. Gostei das suas sugestões bem realísticas e sinceras,não adianta forçar a barra. Beijos as 2!

Madame X

Carolina disse...

Mandou bem Madame,
acho que você falou super bem, apesar de que eu não acho que tem caroça no angu sempre que alguém se desinteressa pela relação ou por nós. rs
- relacionamento é que nem aipim se demorar de mais, vai incruar é inevitável.
- mudar alguém é cômodo, mais difícil é a gente mudar o que deve ser mudado.
- ningéms ama do mesmo jeito o tempo todo, tudo muda.
Então muito bom o teu conselho, o lance é ela desacomodar.
tem coisas que agente quer tanto e não interessa com quem vai ser, tem que ser e no meio disso insistimos com aquilo que não é o meio para se conseguir. isto se aplica muito as mulheres que querem muiito casar, eu fico pensando se elas querem realmente achar alguém bacana ou responder a sociedade?

bjos meus