25 de jul de 2010

Se...

Nada mais triste do que a palavrinha "se"! Se isso, se aquilo, se aquilo outro... o se destrói a nossa vida. Mas é impossível não se render a ele. E, enquanto o tempo passa, na espera por aquilo que queremos e que pode ser que venha (ou que não venha), o se nos vai matando aos poucos. Acho que é esta palavra, sempre a rondar nosso pensamento, que sai para fora, pelos poros de nossa pele, e nos crava de rugas, embranquece os cabelos, desmancha os traços perfeitos de nossos lábios ao sorrirem.

Esperar. Estar na espera. A pessoa se desespera. O nada em toda parte, apenas o deserto do "se"....


8 comentários:

Pérola disse...

Esse"SE"já destruiu muitos castelos. Dá uma sensação do que poderia ser e ñ foi.
Muito lindo.
Gostei muito.
Obrigado pelo carinho da visita.
Beijokas.

Mulher Abstrata disse...

Caraca Monsieur Cvet z Juga, ô nomezinho difícil que tu arrumou viu...rsrsr ( desculpe se achar que exagerei na piada não aceite meu comentário)

agradeço tua visita ilustre Monsieur, e respondi o teu comentário lá

Quanto ao seu post aqui
a vida é cheia de "se"
estes "se" nos preocupa quando pensamos nas possibilidades:
e se eu não tivesse me envolvido tanto
e se eu não tivesse acreditado tanto
e se eu não levasse tanto a sério
e se tivesse ficado apenas na amizade
e se eu não fosse tão boba
e se ...
e se...
e por aí vai amigo

Enfim é isto Monsieur


abraço e "se" aceitar, beijos de amizade

Kiko Riaze disse...

Ótima reflexão!
Nós temos o péssimo hábito de viver hoje como se fosse o ensaio para um ato final.
"Se eu terminar a faculdade, se eu mudar de apartamento, se eu mudar de emprego, se eu ganhar na loteria..."
E esquecemos o mais importante: "se houver amanhã..."

Nossa vida é tão curta (sem pessimismo, só realismo), que não podemos viver na base do "se".
Precisamos viver e fazer agora!

Carpe diem!

Adorei o blog e o fogo no rabo de vcs....kkk...Voltarei sempre!

Bjundas!

Kiko Riaze
htp://kikoriaze.com

Everson Russo disse...

O se é uma coisa que normalmente não vem como esperamos,,,se é que vem,,,abraços de boa semana pra ti.

intimidades disse...

Lindo

Beijos
Paula

Debor@h disse...

Sheli querido,

Texto curto por[em profundo. Como é que vc consegue dizer tanto em tão poucas palavras? Parabéns, o se nos ronda sempre, mas não podemos deixar de viver o hoje e fazer o que achamos certo pois se ficarmos somente no se, não teremos nada, e a vida é curta para tantos ses ahha Bjs!

Carolina disse...

Somente as atitudes geram mudanças, por menores que sejam.

Bjão e boa semana!

Sac do Amor disse...

Pérola;
O "se" só destrói castelos que são frágeis, se construirmos com rocha firme, não desmoronam, mesmo se houver abalos. Adoro quendo vens, tua participação é maravilhosa.

Mulher Abstrata;
Querida, amei teres vindo! O significado de meu nome, Monsieur Cvet z Juga, como eu disse lá em teu blogue, é simples "A Flor do Sul", é em homenagem à uma canção romântica. Teus "ses" da vida, que citastes agora, estão muito profundos, parabéns, me superastes, háhá...

Kiko;
Realismo no lugar de pessimismo, esse é meu lema! Obrigado por entrar e ler. Venha mais vezes, se der.

Everson Russo;
Se sempre tudo fosse como queremos, adeus desesperos, mas também adeus boa parte da magia da vida, háhá! Boa semana, amigo.

Intimidades;
Deus te dê em dobro a gentileza, mas nem sei se não passa no fundo de um texto noir...

Deborah sheli;
Minha linda, é assim mesmo, verdade. Não é porque nada é certo que o medo pode nos dominar. Amém a nós todos, te adoro e tu sabes.

Carolina;
Sem atitude, a pessoa fica só se lamentando pelo "se", e mesmo que a mudança seja pouca, mais vale ela que a covardia, que nada de nada conquista.

Obrigado a todos, assim que puder retribuo as visitas, vocês são uns amores.