8 de jul de 2010

Respondendo 3

"Namoro a alguns meses e ele é o cara mais perfeito que já encontrei. Sou muito exigente e ele consegue superar minhas expectativas, é romântico, gostoso, cuida de mim, liga, manda mensagem. Enfim, é perfeito. Mas por outro lado sou adulta suficiente para saber que ninguém é perfeito e o defeito dele pode ser algo escondido por ser muito feio. Estou com medo. Medo de descobrir mais tarde um defeito incompreensível e sofrer."


Vou te chamar de Medrosa do amor!

Olha, acredito eu, que depositamos muitas expectativas no outro. Fazemos isso sim, consciente ou inconscientemente.
Então se acredito nisso, dimensiono uma possível decepção baseada no tamanho dessa expectativa.

Mas também não dá para viver o hoje nos baseando em fatos futuros que podem ou não acontecer. Assim você sofre por antecipação do que pode nem acontecer, e pior, você nem tem ideia do que está com medo.
Claro que temos todo o direito de nos precaver de certas coisas que estão na nossa cara. Sim. Mas fatos futuros, mudanças de sentimentos ou coisas do tipo não temos como saber.

Se ele é uma pessoa que te trata bem, te faz se sentir especial, amada, você o ama, acho desnecessárias encucações sobre o futuro, elas podem ou não acontecer.

Mas se ele, mesmo sendo o “príncipe” da sua vida, te deixa com alguma pulguinha atrás da orelha, reveja a relação, tenha uma conversa direta e franca com ele e pensa bem antes de “meter os pés pelas mãos”.
Pessoas da forma que você descreveu estão em falta no mercado e vai sofrer se o perder por pensamentos bobos e imaginários.

A palavra que te passo agora é percepção!
Precisamos dela para enxergar além do óbvio, precisamos dela para ver, não só o que se apresenta. Precisamos dela para Evoluir.

Viva as coisas maravilhosas que esse relacionamento vai proporcionar a vocês dois. Não encane com coisas que não existem e podem nunca existir. E seja feliz!!!

Muita luz na sua caminhada e muita sorte.

Beijinhos carinhosos da Madame Infinity






3 comentários:

A Flor do Sul - Perah Hadarom disse...

Aqui é o Monsieur Cvet z juga.

Olá moça, será que posso chamar-te de 'medrosa do amor' também? Hahaha, desculpa se isso te chateia, mas é verdade, e a Madame Infinity falou pelo teu bem, eu tenho certeza. Também já passei por isso, ter medo das coisas antes que elas acontecesses. É normal, só não podes te deixar dominar por esse sentimento.

Cuidado para não te privares de viver tudo o que vocês dois podem viver por causa desse medo, mas se ainda continuares a tê-lo, sugiro duas coisas:

1) Consulta-te com uma amiga, mãe, prima, colega. Sempre é bom uma segunda opinião, ainda mais de quem sabe da tua vida por te conhecer pessoalmente (claro que essa pessoa tem que gostar de ti, senhorita medrosa);

2) Toma um certo cuidado sim (não demais), poderá ser um recado do teu coração para que fiques com os olhos mais abertos, algo que sentes mas não podes explicar.

Espero ter podido acrescentar algo no pensamento da Madame Infinity, amiga, mas fico mesmo é com o que ela própria já disse: "Os factos futuros, mudanças de sentimentos ou coisas do tipo nós não temos como saber antes deles acontecerem". Então, minha amiga, não aches pelo em ovo, e sejas feliz enquanto podes! Desejamos a ti boa sorte sempre. E, lembrando, tu poderás nos enviar quantos e-mails quiseres, caso necessites de um conselho sincero e amigo:

sacdoamor@gmail.com

Debor@h disse...

Não podemos nos paralisar por medos que nem sempre são verdadeiros, não coloque minhocas na cabeça e viva o seu amor amiga, ouça os conselhos da madame Infinity, seja feliz linda! Bjs!

CARLA FABIANE... disse...

;Sonhar é bom,
mas buscar a realização
dos sonhos é ainda melhor...
Sonhe sempre alto mas não se esqueça,
de que é com pequenas ações
que se chega
a grandes realizações...
Que Deus te proteja sempre...
Beijoss no seu ♥