22 de mar de 2010

Pais & Filhos


Meus pais sempre brigaram, desde que me lembro como gente. Hoje, já grande, as brigas entre eles continuam e eu já não aguento mais. Tenho medo de me casar e ser como meus pais. 

Crescer em um ambiente de brigas, gritos e falta de respeito entre nossos pais é uma coisa triste e muito mais comum do que imaginamos, infelizmente.

Acho que toda criança merece crescer em um ambiente saudável, seguro e harmonioso, mas sabemos que nem sempre é assim. 

Em primeiro lugar, sinto muito que tenha presenciado as brigas de seus pais, ninguém merece ver e ouvir certas coisas, ainda mais vindo dos pais que deveriam ser nossos exemplos da figura masculina e feminina em casa, do pai e da mãe.
Em segundo lugar, não pense que você será como seus pais, você sabe muito bem o que é ser filho(a) de pais desfuncionais, então tentará agir de forma diferente. Não tenha medo! 

Te aconselharia a sair de casa se já está grande e tem como se sustentar ou um lugar melhor para onde ir. Assim não teria que presenciar as brigas todo o tempo. Se não tem como sair por enquanto, então aguenta as pontas, não interfira nas brigas para não sobrar para você, tente sair com os amigos em horas assim e relaxar. Não pense nisso!

É uma pena que um casal deixe a relação chegar à situações assim, preferirira mil vezes ver meus pais separados e felizes com outras pessoas e consequentemente eu também estaria feliz, à ter que ver e viver em um centro de guerra diariamente.

E te desejo que tenha uma família feliz, uma relação saudável e que seus filhos nunca passem pelo que você passou. Seja paciente, use de diálogos ao invés de gritos, e quando tiver que discutir algo com seu parceiro, tente fazer em silêncio e em privado, nunca perto das crianças.

Beijos X

3 comentários:

Madame disse...

A tendencia a ser como os pais é grande, mas cabe a voce tratar isso e mudar as atitudes.

bjuam

Déia disse...

Pobres filhos de pais problemas...

Ninguem precisa seguir repetindo dinãmicas que não acredita. Ninguem precisa repetir histórias...

O papel está em branco e a caneta em sua mão. Escreva a sua história!

bj

Elaine Crespo disse...

Oi Madame!

Adorei o post muito interesante!!

Acho que me encacho neste tipo de pais. Vou tentar mudar!

Tem um selo para você no meu blog!!
Se gosta de selos vai lá e pega, seu blog merece!!

Bela semana!

Beijos
Elaine