30 de set de 2010

Sexo Frágil, Sexo Pensante


“Mas o que seria uma "mulher moderna"?

: a princípio seria aquela que se ama acima de tudo, que não perde (e nem tem) tempo com/para futilidades, é aquela que trabalha porque acha que o trabalho engrandece, que é independente sentimentalmente dos outros, que é corajosa, companheira,confidente,amante... é aquela que as vezes tem uma crise súbita de ciúmes mas que não tem vergonha nenhuma em admitir que está errada e correr pros seus braços... é aquela que consegue ao mesmo tempo ser forte e meiga, desarrumada e linda...enfim, a mulher moderna é aquela que não tem medo de nada nem de ninguém, olha a vida de frente, fala o que pensa e o que sente, doa a quem doer... Assim, após um processo "investigatório" junto a essas "mulheres modernas" pude constatar o pior. VOCÊ SERÁ (OU É ???) "corno", ao menos que:


- Nunca deixe uma "mulher moderna" insegura. Antigamente elas choravam.
Hoje, elas simplesmente traem, sem dó nem piedade.”

Arnaldo Jabor.



Lendo esse trechinho do texto do Jabor e pensando sobre ele me deparo com questões que se não analisada bem e caso a caso se torna uma questão puramente de caráter. Claro que é mais ético e politicamente correto eu dizer que trair é horrível, que seria muito mais justo separar, blá, blá, blá, eu concordo, realmente é horrível trair, ser traído, acho uma injustiça com o parceiro sim. Mas não posso ser cega e fingir que não existem traições. E se existem, existem por algum motivo.


Acredito que os homens traiam mais, mas as mulheres estão bem perto deles nesse quesito ultimamente. Eles nos ensinaram ao longo dos anos e foram ótimos professores. Mas com certeza a mulher aprimorou a traição com a inteligência que lhe é nata.




Mas digo com todo coração que mulher não gosta de trair. Ela ate pensa num momento de raiva, mas não o faz simplesmente por instinto. Isso é coisa dos homens. A mulher, como quase em tudo que faz, se trai, o faz por um sentimento, quer de abandono, quer de vingança, mas muito também por insegurança.




Mulher não se ilude com possibilidades de paixões vazias e sem perspectivas de futuro, apenas sexo por sexo. Ela não tem desejos fúteis ( desde que não se trate de uma tarde no shopping) ...




Portanto insisto que a mulher é muito inteligente e emocional e pouco, muito pouco racional. Adora sexo, mas prefere fazer as mais variadas loucuras de amor com o seu escolhido, a pessoa em quem ela confia, ama. Poder olhar nos olhos do homem que ela faz amor e no momento mais delicioso ver que junto com aquela sensação tão enlouquecedora de prazer que a faz gemer, vem também a confiança de poder se entregar totalmente porque está com o homem da sua vida. Isso não tem preço.




Fazer com que a mulher sinta-se única. Exclusividade e segurança, eis dois sentimentos fundamentais para garantir sua amada vidrada em você, com o coração sempre cheio de admiração, sem propensão a te trair e ainda com os ferômonios a mil.

                                                     Beijos Com Carinho da Madame Infinity  

4 comentários:

A Flor do Sul - Perah Hadarom disse...

Madames, desculpe a ausência. Prometo voltar em breve, se Deus quiser. Amanhã leio com mais calma, prometo.

Beijos a todas.

Carolina disse...

Concordo muito com você, no penúltimo parágrafo. Realmente, não tem preço poder se entregar a quem se ama e confia. Agora, a respeito de traição, acho que existem sim, mulheres que traem apenas por sexo. Mas aí, pode ser que o que ela sinta pelo seu companheiro não é amor de verdade. Nessa caso, a situação é das menos complicadas. Mas o pior é quando ela trai por carência, porque precisa encontrar em outro o que não encontra ou nãs a satisfaz em seu parceiro.

Sobre o texto do Jabor, acho difícil ser uma mulher moderna. Muita perfeição, vocês não acham?

Um beijo!
Adorei este espaço.
:)

Madame disse...

Muitas traem por sacanagem mesmo, outras por carencia...eu nao acho certo mas cada um cada um ne...

Bju

Carolina disse...

Será que este texto é mesmo do Jabor? Tenho cá minhas dúvidas, tá com cara de fake. Não vejo coerência com outros escritos dele... enfim, vejo neste discurso do texto um fato relevante, estas características não é referente a uma mulher moderna, mas uma mulher com auto estima independente do tempo que ela viva.
Sobre traição, desde que o mundo é mundo as pessoas traem, seja lá quais são suas motivações.O que nos difere,mulheres, é que temos mais sutileza nas ações,mas com o advento pílula, autoconhecimento e liberdade cada um faz o que quer seguida sua linha de coerência,hoje não temos mais como mensurar quem trai mais.Ultrapassou isto!

Ótimo post!
bjos meus